CULTURA

PUBLICAÇÃO: 11 DE ABRIL DE 2017 - 09:25h

Procissão do Fogaréu acontece hoje em São João da Barra

Resgate histórico encena a perseguição dos soldados romanos até a captura de Jesus Cristo. No município relatos datam de 1879.
Imprimir
A+   A-
Procissão do Fogaréu acontece hoje em São João da Barra

Bruno Costa
bruno.costa@quotidiano.com.br

A Procissão do Fogaréu encena a perseguição dos soldados romanos até a captura de Jesus Cristo e acontece nesta noite de terça-feira (11), às 20 horas, com saída da igreja de São Pedro (que representou o Palácio de Pilatos, local do anúncio da perseguição), passando pelas igrejas de São Benedito e São João Batista até a igreja da Boa Morte.

Com as luzes apagadas e ao som da batida dos surdos, caixas e matracas, os farricocos com tochas na mão e passos acelerados seguem pelas principais ruas da cidade a procura de Jesus, até chegar à Igreja de São Benedito, onde a Guarda Romana, ao término da última ceia, conversou com o hospedeiro indagando sobre o paradeiro de Jesus.

Após a conversa, seguiram até o Monte das Oliveiras, representado pela igreja de São João Batista. Após a encenação do diálogo do Horto, narrado nas sagradas escrituras por São João Evangelista, entre o Pretoriano (chefe da Guarda Romana) e Jesus Cristo (representado pelo padre Alci de Andrade), acorreu a prisão, representada pelo estandarte de tecido com a imagem de Jesus Cristo que é carregada pelo Pretoriano. Após a captura, o ritmo acelerado da procissão diminui e Jesus é levado até a igreja da Boa Morte que representa a prisão, onde a procissão dispersa

 “É uma procissão de origem medieval inspirada nas procissões dos países ibéricos como Portugal e Espanha, onde as vestimentas dos farricocos são semelhantes às das Irmandades e Confrarias Espanholas, que acontecia sempre na quinta-feira santa”, comenta Jorge Renato, da Irmandade do Santíssimo Sacramento e São João Batista, ressaltando, ainda, que na atualidade não é realizada na quinta tendo em vista os diversos atos litúrgicos que acontecem no período da Semana Santa.

A maior Procissão do Fogaréu é realizada atualmente na Quarta-feira Santa na cidade de Goiás Velho. Em São João da Barra, relatos históricos de 1879 comprovam a longevidade da Procissão no município o que enaltece ainda mais este resgate cultural.

De acordo com o conselheiro estadual de Política Cultural do Norte Fluminense, Bruno Costa, a Procissão do Fogaréu vem fortalecer o turismo religioso no município, com o resgate da cultura e fé de um povo. “Mas é preciso pensar numa comunicação estratégica para atração de turistas. Precisamos avançar muito sente sentido”, analisa.

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA SANTA
A programação iniciou no dia 5 de abril com via sacra paroquial; Na sexta-feira, 7, aconteceu missa na Igreja Matriz São João Batista seguida do depósito da imagem de Nossa Senhora das Dores até a Igreja da Boa Morte. Durante a procissão, exercício da coroa das Sete Dores de Nossa Senhora. No domingo (9), foi o Domingo de Ramos. Dia 10 de abril foi a Segunda-feira de Trevas e na terça Procissão do Fogaréu. A programação segue na quarta-feira com a Procissão do Encontro. Na quinta inicia o tríduo pascal. Na sexta, às 19 horas, procissão do enterro pelas principais ruas da cidade. Logo após, espetáculo "Passos da Paixão" onde os cenários serão prédios históricos do centro com chegada no palco oficial da encenação. No sábado, 20 horas, vigília pascal. Domingo de Páscoa, dia 16, às 6 horas da manhã, procissão da ressurreição e às 18h30 missa de Páscoa. 

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Nome: E-mail:
Cód. de Segurança:

* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.