OPINIÃO

Victor Azevedo Victor Azevedo

Grito da Imoralidade

Imprimir
A+   A-

Últimos minutos do primeiro jogo da semifinal do Campeonato Carioca envolvendo Vasco x Fluminense. O jogo estava empatado e após uma confusão envolvendo jogadores dos dois clubes, a torcida do tricolor começa a gritar em direção aos vascaínos: “ Ão Ão Ão Segunda Divisão”.  Logo após o início dos gritos, uma verdadeira enxurrada de críticas surgiu nas redes sociais.  Em uma delas, a comparação resume o sentimento daqueles que sempre torceram para o resultado dentro de campo prevalecesse: “Torcida do Fluminense gritando ‘’segunda divisão’’ para o Vasco é tipo o Jô Soares chamando o Faustão de gordo”. 

O verdadeiro grito da imoralidade. Assim podemos resumir esta atitude. O torcedor pó de arroz deveria se calar e tentar esquecer aquele que foi um dos capítulos mais imorais e vergonhosos da rica história do Tricolor das Laranjeiras. Por mais que se diga que a Justiça foi feita, uma boa dose de “semancol” não faz mal. O clube não fez por onde se manter na principal divisão do futebol brasileiro. Precisou do Superior Tribunal de Justiça Desportiva para ficar nela. Os mais fervorosos dizem que o regulamento tem que ser respeitado. Concordo. Mas isso não apaga mais uma mancha na história do time “tantas vezes campeão”. 

Apesar da segunda queda em cinco anos, o torcedor do Vasco da Gama não tem do que se envergonhar. Caiu em 2008, disputou a segunda divisão em 2009 e voltou com uma campanha digna de sua história para a elite do futebol brasileiro. Já o seu rival, na única vez que disputou a série B, foi incapaz de voltar para a primeira divisão. Fez pior: foi rebaixado para Terceirona, naquele que é considerado o capítulo mais vergonhoso da história do clube. E como fez para voltar? Foi convidado para disputar a Copa João Havelange, pulando direto para a elite. 

Só para não deixar passar em branco: Ironia ou não, durante a partida de quinta-feira, o Fluzão foi ajudado pela arbitragem, aumentando a sua extensa lista de contribuintes no quesito: interferência externa no resultado de uma partida de futebol. 

* Artigo escrito por Victor Azevedo,
Jornalista

1 COMENTÁRIO

Nome: E-mail:
Cód. de Segurança:

* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.


Vagner Souza

Vagner Souza

Gostei, parabéns pelo espaço adquirido e pela coerente opinião, estou no aguardo das próximas.